25 de junho de 2024

A Editora Devires lançará, no próximo dia 14, o livro “Mães fora do armário”, obra que reúne relatos de 14 mulheres de diferentes estados, classes sociais, formações e histórias de vida, todas elas mães de pessoas LGBTQIA+. O evento acontece em Salvador, no mesmo dia, em dois momentos. O primeiro deles das 9h às 13h, na sede o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, na Rua Bela Vista do Cabral, 121, Nazaré, simultaneamente à realização do 3º Seminário de Gênero e Sexualidades, aberto ao público. O segundo às 17h, no Preta Café Bistrô, que fica no Museu de Arte Contemporânea da Bahia, na Rua da Graça, 284.

O livro é um convite a todas as mães, pais e familiares a se juntarem numa jornada de aceitação e apoio de pessoas sexodiversas. Os relatos apresentados evidenciam as dificuldades enfrentadas de uma vivência intensa, mas também celebram as vitórias e o amor incondicional que une essas famílias. Este livro é uma leitura essencial para todos que desejam entender melhor a experiência de famílias LGBTQIA+ e aprender com elas.

Sinopse – O susto, o medo, a culpa – sentimentos comuns a todas as mães – intensificam-se quando se descobre que o filho ou filha é LGBTQIA+. A sensação de proteção se esvai, e o luto pela criança que imaginavam ter dá lugar a uma luta coletiva pelo direito de ser.

Este livro reúne relatos poderosos de mães que saíram do armário junto com seus filhos, filhas e filhes. Com orgulho, elas compartilham suas experiências e desafios, mostrando que aceitar e apoiar uma pessoa LGBTQIA+ é um caminho que, embora difícil, torna-as ainda melhores. Essas histórias são testemunhos de amor incondicional, resiliência e transformação.

Organizadoras – A obra é organizada por Adriana Valadares Sampaio, Dirce Meire, Eveny Teixeira e Angela Moysés, todas elas mães que viveram a transição para fora do armário ao lado de seus filhes. Elas organizam esta coletânea com a intenção de criar uma rede de apoio e visibilidade para outras mães que passam por experiências semelhantes. O psicólogo Gilmaro Nogueira responde pela edição.

Nas palavras de Adriana Valadares Sampaio, “o amor pode ser uma ferramenta ética, um fio de afetos que tece uma rede de apoio firme e resistente. Na base amorosa, está o ser desejante, a pessoa que sonha com um futuro possível. Este livro é uma produção de outros mundos, um espaço de acolhimento e amor ao invés de ódio. Cada experiência pessoal aqui relatada é uma visão crítica social, independente da formação, do nível cultural ou econômico.”

Segundo a prefaciadora do livro, Daniela Andrade, “é extremamente importante que as famílias das pessoas LGBTQIA+ exponham o que significa conviver com alguém dessa comunidade. Quando um jovem LGBTQIA+ tem o apoio de seus familiares, é mais fácil que cresça e se transforme em um adulto seguro e consciente do seu valor. Um mundo onde pessoas são discriminadas por orientação sexual ou identidade de gênero nunca poderá ser justo. Ou todos têm seus direitos garantidos ou o mundo não serve a ninguém que verdadeiramente se preocupa com o bem-estar do próximo.”

Clique aqui para adquirir o livro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *