Os 10 maiores mitos sobre o casamento gay

Publicado originalmente no site Mister & Mister

Foto: Sweet Little Photography

Apesar da homossexualidade não ser novidade, como já mostramos no post Casais gays de ontem, o casamento entre pessoas do mesmo sexo ainda é um tema novo. E como tudo o que é desconhecido, o assunto ainda gera uma série de dúvidas e é cercado por mitos e mistérios.

Pensando nisso, a Community Marketing & Insights, uma organização de pesquisa LGBT, e o Gay Wedding Institute, empresa de planejamento de casamento, realizaram uma pesquisa com 900 homossexuais, entre noivos e casados, a fim de elucidar algumas questões à respeito do que realmente acontece em um casamento entre pessoas do mesmo sexo. Foram feitas perguntas sobre as tradições que foram/serão seguidas nos casamentos, onde os casais encontraram os fornecedores, o tamanho da festa de casamento e muito mais.

Veja o resultado da pesquisa com os dez maiores mitos sobre o casamento gay:

1. Em um casamento gay, há gêneros definidos (por exemplo, uma “noiva” e um “noivo”). A “noiva” em um casamento entre dois homens usa roupas femininas, e o “noivo” em um relacionamento lésbico veste traje masculino. 

Na verdade, apenas 4% dos casais masculinos e 36% dos casais femininos é composto por um dos noivos de vestido e o outro de terno. Um casamento heterossexual, sim, é cheio de divisões de gênero, como, por exemplo, o noivo não pode ver a noiva antes da cerimônia. Em um casamento entre pessoas do mesmo sexo não há nada disso, cada um faz o que quer!

2. A união civil é bom o suficiente. 

Não basta apenas ir até um cartório para, discretamente, oficializar a união. Os casais gays querem festejar esse momento e não abrem mão disso, ainda que seja em uma festa para poucas pessoas.

3. Casais gays fazem casamentos grandiosos. 

Em geral, os casamentos homossexuais têm sido mais simples que os de casais heterossexuais. Talvez por ainda não se sentirem à vontade para expor seus casamentos para muita gente, os casais gays fazem festas menores, para menos convidados. Segundo a pesquisa, apenas 28% dos casamentos gays têm mais de 100 convidados.

4. Homens gays gastam mais que as mulheres. E os casais mais velhos gastam mais que os mais novos.

Esse mito está de acordo com o estereótipo milenar do “gay, rico e bem sucedido”. Mas a verdade é que as lésbicas também gostam muito de festa e gastam 15% a mais em seus casamentos do que os casais de homens. Também é comum que se pense que os casais mais velhos e financeiramente estáveis estão dispostos a gastar mais em seus casamentos, mas os novos casais gastam 32% a mais em suas festas.

5. Um casamento gay é o mesmo que um casamento hétero.

Casais gays não são muito de seguirem tradições, e isso vale especialmente para os homens gays. Menos de 15% deles incorporam tradições como o chá de panela, daminha levando as alianças, jogar o buquê… Nem a primeira dança dos noivos faz parte de todos os casamentos: apenas 35% dos homens gays e 58% das mulheres fazem questão dela. Os casais gays gostam mesmo é de quebrar as tradições ou inventarem as suas próprias.

6. Pais de homossexuais não os apoiam.

Felizmente isso está mudando! Dos casais já casados entrevistados, apenas 47% tinha o apoio dos pais. A boa notícia é que 62% dos que estão noivos contam com o suporte das suas famílias.

7. Pais levam seus filhos ou filhas até o altar.

Quem é a noiva em um casamento gay? Bom, as vezes há duas e as vezes não há nenhuma. E algumas vezes há uma pessoa se sentindo uma noiva. Essa falta de regras dá muita liberdade na hora de organizar a cerimônia, e a maioria dos noivos não entram escoltados por ninguém. Na verdade, 78% dos casais homossexuais e 59% dos casais de lésbicas entram na cerimônia juntos, unidos, e muitos outros casais entram por dois corredores separados.

8. Casais gays só contratam profissionais gays.

Ser gay não significa competência, assim como não ser gay não é sinônimo de falta de profissionalismo. Apenas 46% dos casais do mesmo sexo realmente se preocupam com a sexualidade dos fornecedores. A personalidade é o fator mais importante para os casais do mesmo sexo na escolha dos profissionais de casamento.

9. Casais do mesmo sexo só têm experiências positivas no planejamento dos seus casamentos.

Um em cada quatro casais do mesmo sexo experimenta algum tipo de discriminação durante o planejamento de seu casamento. Isto vai desde formas explícitas de discriminação, como ouvir “você não é bem-vindo aqui”, ou formas mais simples, como ter que preencher formulários que dizem “o nome da noiva” e “nome do noivo.”

10. Não importa se a empresa utiliza uma linguagem ou imagens LGBT-inclusivas.

Se os materiais de divulgação da sua empresa só utilizam fotos de uma noiva e um noivo, abra o olho! 72% dos casais de mesmo sexo estão à procura de empresa que utilizam linguagem voltada para eles em sua apresentação, e 69% deles querem ver fotos de casais gays no portfólio das empresas que irão contratar.

E agora a gente quer saber: quais perguntas você mais ouve quando diz que vai se casar/é casado com alguém do mesmo sexo?

*Conteúdo traduzido e adaptado do site Equally Wed.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.