Curso de Educação Popular em Saúde abre seleção para novas turmas

As vagas são para Pará, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Paraíba e Piauí também abriram turmas para municípios que não participaram da seleção anterior.

Por: Caroline Oliveira
Publicado pelo Portal da Saúde, em 23 de fevereiro de 2017

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/sgep/sgep-noticias/27704-curso-de-educacao-popular-em-saude-abre-selecao-para-novas-turmas

(Ilustração: EPSJV/Fiocruz)

Estão abertas as inscrições para seleção do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde (EDPopSUS II) em três novos estados – Pará (PA), Mato Grosso (MT) e Rio Grande do Sul (RS). Além do Piauí (PI) e Paraíba (PB), que já estavam na primeira etapa do curso em 2016 e que este ano estão disponibilizando vagas para novos municípios de Cajazeiras (PB) e Picos (PI).

São dois editais: um para seleção de educandos (alunos) que irão fazer o curso e outro para seleção de educadores populares, que atuarão como facilitadores da construção do conhecimento.

O prazo de inscrição para concorrer às vagas de educador termina no dia 09 de março e para educandos no dia 14. As inscrições são gratuitas.

Ao todo serão ofertadas 1.400 vagas para educandos distribuídas nesses cinco estados, sendo que 70% de vagas são reservadas para Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Endemias e Agentes Indígenas de Saúde. O restante das vagas será destinado aos demais profissionais da atenção básica, lideranças comunitárias e integrantes dos movimentos sociais. Os educandos selecionados receberão ajuda de custo para alimentação no valor de R$ 320,00 a partir do 4ª encontro. Os custos para deslocamento ficarão por conta dos candidatos.

Já para seleção de educadores foram destinadas 80 vagas. Os candidatos podem concorrer em duas modalidades: ‘ educadores populares I’ para quem tem graduação completa e docência mínima de um ano na área de saúde  e ‘educadores II’ para candidatos com ensino fundamental e experiência como educador popular. Os selecionados para as vagas de educadores populares I e II receberão bolsa mensal no valor de R$ 1.500,00.

Oferecido na modalidade presencial e com a duração de aproximadamente quatro meses, com um  total de 160 horas, o curso é dividido em 17 encontros de oito horas semanais, intercaladas com duas horas de trabalho de campo.

O EDPopSUS II está estruturado em eixos temáticos que pretendem dar subsídios para os alunos refletirem criticamente sobre seu próprio trabalho e atuar a partir dos princípios, lógicas e ferramentas da Educação Popular em Saúde.

O curso do EDPopSUS é uma realização da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP) do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Apoio à Gestão Participativa e Controle Social, em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fiocruz. Este curso faz parte das ações estratégicas da Política Nacional Educação Popular em Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (PNEPS-SUS).

O curso tem por objetivo contribuir com a implantação da PNEPS-SUS, promovendo a qualificação da prática educativa de profissionais e lideranças comunitárias que atuam em territórios com cobertura da Atenção Básica do SUS.

Para acessar os editais e a ficha de inscrição acesse o site do Programa de Qualificação em Educação Popular em Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *