Cientistas descobrem modo de destruir vírus da AIDS

Publicado pelo site History e originalmente no site Medical Daily, em 5 de maio de 2015

(Imagem: Shutterstock)

(Imagem: Shutterstock)

Pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, apresentaram o caminho para uma vacina eficaz contra a AIDS que, ao mesmo tempo, sugere que é possível curar os pacientes infectados. Um teste com uma molécula desenvolvida recentemente, JP-III-48, em amostras de pacientes com HIV, mostrou que é possível abrir o vírus”como uma flor”. Desta maneira, o próprio sistema imunológico humano poderia exterminar o HIV.

As implacáveis defesas do vírus são justamente a razão pela qual é difícil combatê-lo. Embora o hospedeiro gere anticorpos contra o HIV, não é possível chegar fisicamente ao vírus. É como se fosse uma luta contra uma lata hermeticamente fechada. Por conta disso, a JP-III-48 já foi apelidada de abridor de latas.

Contudo, uma vez que o vírus é “aberto”, os anticorpos podem combatê-lo e eliminar a infecção, como aponta o estudo recente, publicado na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências.

Os pesquisadores de Harvard e da Universidade de Pensilvânia desenvolveram a JP-III-48, mas os cientistas de Montreal foram os primeiros a testá-la com sucesso em pacientes HIV positivos.

Os estudos apontam que esta descoberta pode ter um enorme potencial na investigação no desenvolvimento de uma vacina contra o HIV. Outro fator que torna o vírus difícil de combater é que, mesmo que ele seja completamente erradicado do corpo, alguns vestígios permanecem latentes, aguardando para retornar quando o tratamento for interrompido. A equipe acredita que a molécula pode ajudar no papel de superação dessa defesa.

•••

O CLIPPING LGBT TAMBÉM ESTÁ NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI, CONFIRA E CURTA NOSSA PÁGINA.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *