Trans pernambucana vence Concurso de Fantasias em Salvador pela terceira vez

Sandra Farias e sua vitoriosa fantasia “Uma saudação africana ao rei”

Sandra Farias e sua vitoriosa fantasia “Uma saudação africana ao rei” (Foto: Felipe Martins)

Pela terceira vez consecutiva, a transexual pernambucana Sandra Farias, 45 anos, sagrou-se vencedora no XIX Concurso de Fantasias LGBT promovido pelo Grupo Gay da Bahia. O evento foi realizado nessa segunda-feira (8), na Praça Castro Alves, em Salvador. A tricampeã apresentou a suntuosa fantasia “Uma saudação africana ao rei”, com 47kg de paetês, lantejoulas, penas de faisão e de galo. Ao manter seu favoritismo, a candidata levou o prêmio de R$6 mil. “Eu adoro Salvador, fico muito feliz que existam pessoas que promovam nossa arte”, afirmou Sandra, que se assume como mulher trans.

Os demais eleitos na categoria “Luxo” foram Gerando Correia Pontes (de Juazeiro, Bahia), Lilian Ariela (de Itapissuruma, Pernambuco) e Bárbara Pontes de Assis (de Salvador, Bahia), que levaram o segundo, terceiro e quarto lugares do concurso, respectivamente.  Já a categoria “Originalidade” rendeu o primeiro lugar a Severino Queiroga da Silva (Juazeiro, Bahia), com a fantasia Decameron, que levou o prêmio de R$5 mil. Os candidatos Edson Francisco de Lima, Ivo Lancelote e Ozir França ficaram com os segundo, terceiro e quarto lugares.

O XIX Concurso de Fantasias LGBT teve início às 18h e foi apresentado pelo ator transformista André Luis Silva, 50 anos, que incorporou sua célebre personagem Bagagerie Spilberg. Antes de chamar seus colegas de oficio, ele, que é entusiasta da cantora Maria Bethânia, citou em versos trechos de canções consagradas pela santamarense. Logo após, Michelle Loren também subiu ao palco para apresentação do seu show.

Em seguida, o presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, foi convidado a compor a equipe de apresentação do desfile. “Estamos felizes em ocupar este solo sagrado, nosso por  usucapião, e queremos consolidar esses locais como territórios de identidades que fortalecem a nossa cultura. Queremos o nosso lugar no carnaval, na festa e na distribuição das riquezas deste momento. Queremos o melhor para o nosso povo LGBT, como política de recompensa às desigualdades”, concluiu Marcelo. Ele também pediu a imediata instalação do Centro de Referência LGBT de Salvador, projeto resultante da articulação do GGB com o mandato da então vereadora Fabíola Mansur, sancionado pelo prefeito municipal ACM Neto, em setembro de 2014, sem ainda entrar em operação.

Para dar início a uma sucessão de dez grandes shows de artistas transformistas, a anfitriã Bagagerie chamou ao palco a artista Bia Mathiew, que dublou e dançou músicas de Claudia Leitte, de quem se intitula cover em suas apresentações, onde esbanja beleza, versatilidade e muito talento. Em seguida, Gina de Mascar, personagem criada pelo ator Aldo Zack, incorporou Bibi Ferreira ao dublar “Mulher rendeira” numa versão em inglês, português, italiano e francês.

Os bailarinos Willian e Iury mostraram versatilidade e inovação na arde de dançar, usando malhas bem justas ao corpo, além de arranjos de cabeça em penas vermelhas e calda da mesma cor. Segundo os artistas, trata-se de um projeto de pesquisa e resgate da expressão corporal na dança moderna. Também se apresentaram na passarela vermelha a plus size Nathalia Stryker, Scarlet Sangalo, cover da cantora Ivete Sangalo, e Zuzy D`Costa, ex-Miss Bahia e cover da cantora Norte Americana Beyoncé. Houve ainda disputa de bate-cabelo com Asla Butterfly e Ludmilah.

Seguiram-se então as apresentações das fantasias e a competição que ofereceu ao todo R$29 mil, divididos entre os primeiros quatros colocados nas duas categorias. A comissão julgadora foi composta por Vilson Caetano, Javier Angonoa, Beth Dantas e Inês Silva.

A cantora Ayla Menezes finalizou o evento por volta de 1h30, na madrugada de segunda para terça-feira, com show dançante e muitas modinhas dos carnavais antigos.

O evento é uma realização do Grupo Gay da Bahia (GGB) e do Quimbanda Dudu, com apoio da Prefeitura de Salvador, através da Saltur.

•••

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA DO CLIPPING LGBT NO FACEBOOK.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *