21 de abril de 2024

Publicado pela Agência de Notícias da Aids, em 20/08/2022

Um levantamento realizado pela organização VoteLGBT aponta que 214 candidaturas LGBTQIAP+, de 20 partidos diferentes, foram registradas na Justiça Eleitoral, para disputar a eleição deste ano. O número é maior que 2018, quando foram registradas 157 candidaturas.

“O resultado destas eleições até aqui é histórico. Em um contexto totalmente adverso, de uma reforma eleitoral que reduziu pela metade a quantidade de vagas dos partidos nas urnas, as candidaturas LGBT+ conseguiram um novo recorde”, comemorou a integrante do VoteLGBT, Evorah Cardoso, que, contudo, faz uma ressalva. “Ainda estamos trabalhando em um cenário de muita desigualdade , ocupamos atualmente 0,16% dos cargos políticos eletivos e apenas 0,76% do total de candidaturas destas eleições é de LGBT+”, diz a integrante.

Para a pesquisadora, o foco da organização no momento é pressionar as legendas para investir nessas candidaturas. “Agora, o desafio é conseguir que os partidos garantam recursos a estas candidaturas, para que não tenham de depender apenas de sua capacidade de mobilização social própria para serem eleitas. Elas precisam de apoio para que o número de LGBT+ eleitas seja um novo recorde também”, enfatiza Evorah.

As candidaturas em números

O perfil médio dessas 214 candidaturas é jovem, com 36% entre 30 a 29 anos. São Paulo é o estado com mais candidaturas, 41 no total, e a Região Sudeste também lidera com 81. Acre, Amazonas e Roraima são os estados com menos candidaturas, cada um com 1, e a região Norte também encabeça esta lista, com 12. Mulheres cis são as mais numerosas, com 89 candidatas, seguidas dos homens cis, com 63. Mulheres trans têm 34, homens trans 4, Travestis 16, Não-bináries 4 e Outro 4. Já em relação a orientação sexual, a maioria se declara gay (61), seguido por bissexual (58), lésbica (49), heterossexual (31), pansexual (11) e outro (4). PSOL e PT são os partidos com mais candidaturas com 81 e 49 respectivamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *