14 de abril de 2024

O título foi concedido por unanimidade pela Casa Legislativa e foi proposto pela co-vereadora Laina Crisóstomo

Por Alô Alô Bahia
Publicado pelo portal Correio, em 12/03/2024

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) aprovou, no último dia 12, o título de cidadã soteropolitana para a cantora Liniker. Nascida em São Paulo, a artista foi integrante da banda ‘Liniker e os Caramelows’, compõe e canta canções dos gênero soul e black music. O título foi concedido por unanimidade pela Casa Legislativa e foi proposto pela co-vereadora Laina Crisóstomo (PSOL-BA), do mandato coletivo Pretas por Salvador.

Em 2022, Liniker se tornou a primeira artista transgênero brasileira a vencer um Grammy Latino. No ano passado, ela foi oficialmente empossada na cadeira de número 51 da Academia Brasileira de Cultura, ocupada anteriormente por Elza Soares. A cantora também é a primeira mulher trans a receber o título de imortal.

A cerimônia de concessão ainda não tem data para acontecer. Neste ano, Liniker subiu ao palco do Festival de Verão ao lado da cantora Iza e cantou grandes sucessos da carreira, como “Baby 95”, “Antes de tudo” e “Zero”.

“Mulher transgênero, sua arte aborda situações cotidianas da vida afetiva e é acolhida com entusiasmo, principalmente, pela juventude que sofre preconceito contra orientação sexual e identidade de gênero. A negritude também é um tema de destaque em seus trabalhos, nos quais combina referências diversas da música negra”, justificou a co-vereadora na proposta de concessão de título.

O projeto ainda reforçou o laço de Liniker com Salvador, onde por diversas vezes é vista andando pelas ruas, principalmente do Centro da cidade, além de buscar fomentar a cena cultural da capital.

Clipping LGBT+ no Instagram
Clipping LGBT+ no Threads
Clipping LGBT+ no Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *