Homofobia será tema de debate na Câmara de Vereadores de Lauro de Freitas, na Bahia

O movimento LGBT de Lauro de Freitas, na Bahia, está mobilizado para a realização da audiência pública “Homofobia, Violência que Mata – Educação e Respeito à Vida”. O evento acontecerá na próxima terça-feira, 2 de agosto, a partir das 18h, na Câmara Municipal, que fica na Praça João Thiago dos Santos, no centro do município. A iniciativa é do Coletivo de Lésbicas e Bissexuais de Lauro de Freitas e do Fórum Baiano LGBT.

O tema da audiência é bastante atual e adequado ao momento. Segundo informações do site “Quem a homotransfobia matou hoje?”, mantido pelo Grupo Gay da Bahia, 182 homicídios de pessoas LGBT foram registrados em 2016, até a presente data, motivados pelo ódio à orientação sexual e identidade de gênero, ou seja, uma morte a cada 28 horas por puro preconceito.

Porém, é preciso esclarecer que esses casos são seguramente subnotificados, visto que ainda se percebe a falta de interesse da mídia e do poder público em identificá-los como motivados por preconceito contra pessoas LGBT, bem como em divulgá-los e denunciá-los. Se ampliarmos a análise para a violência diária e não apenas os casos fatais, os números pulam para a casa de milhares ao ano.

A violência endêmica contra pessoas LGBT é fruto de uma cultura homofóbica, transfóbica, machista, sexista e racista e de uma onda conservadora crescente que quer impor a heterossexualidade como norma, considerando como desviantes e anormais quem se opuser a ela, desconsiderando assim a rica diversidade humana em muitos aspectos. Por essa razão, o debate franco, aberto e corajoso será sempre uma iniciativa louvável. É o que se fará agora em Lauro de Freitas.

homofobia16

•••

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA DO CLIPPING LGBT NO FACEBOOK.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *