UNAIDS, UNFPA e Ministério da Saúde lançam campanha Proteja o Gol

Durante a Copa do Mundo, serão distribuídos dois milhões de camisinhas e panfletos com mensagens de prevenção e será feita a testagem rápida do HIV

Publicado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), em 10 de junho de 2014 

Salvador (BA) – Em clima de celebração, foi lançada nesta segunda-feira (9) a campanha global Proteja o Gol, que usa a popularidade do futebol para promover a conscientização sobre a prevenção do HIV, principalmente entre o público jovem, aproveitando a oportunidade da Copa do Mundo no Brasil. O evento de lançamento, realizado no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, Bahia, reuniu autoridades das três esferas de governo, convidados internacionais, representantes da sociedade civil e jovens voluntários que estarão engajados nas ações da campanha.

A abertura do evento contou com a presença do Ministro da Saúde, Arthur Chioro, do Governador da Bahia, Jaques Wagner; do Prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto; dos embaixadores da campanha, Ndaba Mandela e Kwenku Mandela, netos de Nelson Mandela; de duas representantes da sociedade civil – Keila Simpson, vencedora do Prêmio Direitos Humanos 2013 na categoria direitos da população LGBT, e Kátia Guedes, do Fórum Baiano de ONGs-AIDS -, e da Miss Mundo Jamaica 2013, Gina Hargitay. Participaram ainda o Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa; o Diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita; e o Secretário de Saúde da Bahia, Washington Couto. Pelas Nações Unidas, participaram da abertura o Diretor Executivo do UNAIDS e Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas, Michel Sidibé; o Diretor Executivo Adjunto do UNAIDS, Luiz Loures; o Coordenador-Residente do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek; o Representante do UNFPA no Brasil e Diretor para Argentina e Paraguai, Harold Robinson; o e a Diretora do UNAIDS no Brasil, Georgiana Braga-Orillard.

Em seu discurso de boas-vindas, o Prefeito ACM Neto destacou a importância da campanha e das estratégias que serão utilizadas, como a distribuição de preservativos e o aumento da oferta de testagem rápida para HIV, que vêm se somar às ações de prevenção que vêm sendo desenvolvidas no Município de Salvador.

O ministro da Saúde destacou a importância da realização de ações como essa em megaeventos. “Quando focamos nosso trabalho em eventos de grande porte – como o carnaval, feiras, shows e agora nos jogos da Copa do Mundo, estamos tentando levar informação e conscientização a um público que, muitas vezes, não pensa em fazer o teste de HIV, por falta de oportunidade, coragem ou dificuldade de acesso”. Ele destacou ainda que é preciso “fazer chegar aos jovens e adolescentes mensagens como as da campanha, para que nossa juventude possa lidar com o sexo, de forma responsável, de maneira segura, usando o preservativo e tomando todos os cuidados”.

O Diretor Executivo do UNAIDS e Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas, Michel Sidibé, destacou a escolha de Salvador para o evento pela sua relevância histórica. “Salvador é marcada por sua tradição e importância como elo de ligação entre as Américas e a África. É preciso ressaltar que o Proteja o Gol não é apenas uma campanha, mas uma ação global de solidariedade e um movimento de vários países em prol da igualdade social e contra todas as formas de estigma e discriminação”, concluiu.

Por sua vez, o Governador Jaques Wagner observou que “realizar a campanha durante a Copa do Mundo chama mais atenção para que os jovens se conscientizem sobre a importância da prevenção. Fazemos uma ação de prevenção todos os anos, durante o Carnaval, com resultados positivos. Na Copa, a visibilidade para este tipo de ação é mundial”.

Durante o evento, foram apresentados os vídeos da campanha, estrelados por celebridades do futebol que apoiam a campanha, como o jogador da seleção brasileira David Luiz e o ex-capitão da seleção alemã Michael Ballack. O lançamento contou ainda com atrações culturais, como uma apresentação de hip-hop com o tema da campanha feita pelo GAPA, Grupo de Apoio à Prevenção da AIDS, e apresentações dos jovens músicos da Escola Olodum e de Mari Antunes, que cantou ao lado do grupo Babado Novo.

Voluntariado #protejaogol

Voluntários(as) da capital baiana com a equipe do UNFPA Brasil (Foto: UNFPA/Divulgação)

Voluntários(as) da capital baiana com a equipe do UNFPA Brasil (Foto: UNFPA/Divulgação)

Durante o lançamento, os (as) voluntários (as) da campanha em Salvador fizeram a distribuição de camisinhas masculinas, femininas e lubrificantes para o público que aguardava o início do evento no foyer do teatro, e deram informações sobre os métodos de prevenção ao HIV/Aids. Para realizar o trabalho, a equipe de voluntários recebeu, na sexta-feira (6), um treinamento promovido pelo UNFPA no “Centro de Informações em População, Desenvolvimento e Direitos”, situado no Pelourinho; durante o treinamento, foram aprofundados os temas da campanha e a estratégia do uso das mídias sociais para a mobilização social.

Nas demais cidades-sede da Copa e outras que aderiram à campanha, os (as) voluntários (as) farão a distribuição dos materiais e também convidarão as pessoas a realizarem o teste rápido para o HIV. A campanha Proteja o Gol vai distribuir, durante o Mundial, cerca de dois milhões de camisinhas e panfletos da campanha com mensagens de prevenção, e fará a testagem rápida do HIV por meio do uso de unidades móveis que estarão nas Fan Fests, sendo oferecidos no total cerca de 40 mil testes. Segundo dados do Ministério da Saúde, estimativas indicam que, atualmente, cerca de 718 mil pessoas vivam com HIV no país, sendo que 150 mil desconhecem sua situação.

A Campanha Proteja o Gol é liderada pelo UNAIDS, Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV e Aids, e realizada em parceria com o UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas e Ministério da Saúde, entre outros parceiros.

Assista aqui aos vídeos da campanha; saiba mais em www.protejaogol.org

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *