Observatório da Discriminação disponibiliza WhatsApp para denúncias durante a folia em Salvador

Ferramenta vai ajudar a prevenir e combater casos de racismo e violência contra a mulher e LGBT durante o Carnaval

Publicado pelo portal iBahia, em 2 de fevereiro de 2015

http://e-ib5.sttc.net.br/uploads/RTEmagicC_Celular_-_Divulgacao_txdam300816_d7c6ba.jpg.jpg

(Foto: divulgação)

O Observatório da Discriminação Racial, LGBT e contra a Mulher, uma iniciativa da Secretaria Municipal da Reparação com apoio da Superintendência de Políticas para as Mulheres, em Salvador, vai disponibilizar uma nova ferramenta para prevenir e combater casos de racismo e violência contra a mulher e LGBT durante o Carnaval. Os foliões poderão fazer as denúncias com fotos, áudios e vídeos pelo WhatsApp, através do número (71) 98622-5494.

Além do novo canal, que irá facilitar o registro das ocorrências, a ação conta com uma equipe volante de observadores nos circuitos, uma Unidade Permanente de Atendimento (no Clube de Engenharia da Bahia), uma base no Campo Grande e cinco mirantes espalhados pelos circuitos que funcionarão das 8h à 0h. Outra forma de contribuir com o trabalho feito pela Semur é com denúncias online através do site www.reparacao.salvador.ba.gov.br. O observatório conta com o apoio do Shopping Center Lapa, que durante todo o ano realiza ações de combate ao racismo e todos os tipos de violência.

•••

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA DO CLIPPING LGBT NO FACEBOOK.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *