Igreja Batista passa a aceitar casamento homoafetivo

Publicado pelo site Superpride, em 17 de novembro de 2016

http://www.superpride.com.br/2016/11/igreja-batista-passa-a-aceitar-casamento-homoafetivo.htmlA Igreja Batista Wishire de Dallas, nos Estados Unidos, votou sobre os direitos de seus fiéis homossexuais. Por 61% dos 577 votos, ficou decidido que a partir de agora, fiéis gays e lésbicas, assim como héteros, tem total direito ao casamento e posições de liderança dentro da congregação.

 

Após o resultado, o Pastor da igreja, George Mason, afirmou: “Queremos que a vida de fiéis LGBT seja tão normal quanto dos outros. Somos uma igreja e a mensagem que queremos passar é de que estamos abertos a todos. Há um ano, um fiel foi impedido de ser nominado diácono apenas por ser gay. Também percebemos que existem fiéis muito jovens que já se assumem gays e lésbicas, isso sem falar na lei federal do casamento igualitário que já vale de maneira civil em todo país. Nossa congregação estudou essa questão por 14 meses e esta é nossa conclusão.”

Desde que foi fundada, 65 anos atrás, Wilshire é considerada uma das igrejas mais progressistas dos Estados Unidos. Em 1991, foi a primeira igreja da história a ordenar uma mulher. Mas vale lembrar que cada igreja Batista tem suas próprias regras e muitas – mesmo dentro da mesma religião – não concordam com essa decisão. Sobre elas, o pastor Manson disse: “São boas pessoas. Valorizamos a amizade deles, mas discordamos neste ponto. Não é uma atitude fácil mudar a crença de tantos, mas já passa da hora disso ser discutido. Esperamos que nossa decisão seja só o começo de um processo pelo qual toda igreja deverá passar. Na nossa igreja, a comunidade LGBT é bem vinda, em Cristo.”, e ainda lembrou: “Quem discordar de nós, apenas pedimos: não odeie as pessoas gays. Vir à igreja é acima de tudo exercitar o amor e aceitação ao próximo independente de quem ele seja.”

Enquanto isso, no Brasil a situação é parecida. Também existem igrejas inclusivas ao mesmo tempo em que muitas outras travam todo e qualquer progresso em relação aos cidadãos LGBT.

•••

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA DO CLIPPING LGBT NO FACEBOOK.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *