Embaixador do Canadá visita sede do Grupo Gay da Bahia nesta sexta-feira, 4

riccardosavoneO embaixador do Canadá Riccardo Savone visitará o Grupo Gay da Bahia (GGB) nesta sexta-feira, 4 de novembro, a partir das 18h, e será recebido com ampla programação na sede da entidade, que fica na Ladeira de São Miguel, 24, no Centro Histórico. A programação se estenderá até o sábado, 5.

Durante a recepção na noite de sexta-feira, os convidados conheceram a Mostra de Cinema “Nós, Por Exemplo”. Autoridades baianas já confirmaram presença na abertura do evento onde o embaixador falará sobre os avanços na consolidação dos direitos LGBT no Canadá. Na ocasião, também será exibido o filme canadense “Mambo Italiano”, seguido de coquetel.

No sábado, 5/11, será exibido o vídeo promocional da 15ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, bem como o filme canadense “When Shirley met Florence” (“Quando Shirley encontrou Florence”), dirigido por Ronit Tezalel em 1994. O filme é um retrato íntimo de mulheres em seus 60 anos, uma homossexual e outra heterossexual, cujo amor entre ambas e a música que criam juntas transcendem diferenças.

Para a mesma data, o GGB também traz uma produção realizada pela entidade em 2007, dirigida por Edilton Tourinho e produzida pela Bahia Cinema e Vídeo. A obra aborda a prevenção do HIV por meio de declarações de especialistas e pessoas que vivem com Aids na cidade.

O Canadá é um dos países mais avançados e uma referência mundial na proteção dos direitos humanos e na afirmação da diversidade sexual. Já em 1969, o país aprovou a legislação que descriminalizou a homossexualidade. Isto abriu o caminho para as províncias do país adotarem medidas que garantissem os direitos humanos da população LGBT, como Québec, que foi a primeira jurisdição da América do Norte a proibir discriminação com base na orientação sexual.

Mais avanços seguiram. Em 1982, o Canadá adotou a Carta dos Direitos e Liberdades, com objetivo de proteger os direitos de cidadãos canadenses. Isto seria a base da conquista de grandes avanços nos direitos LGBT no país. 1992 marcou o fim da proibição de homossexuais nas Forças Armadas Canadenses. Em 1994, a província de Ontário garantiu os mesmos direitos a casais homossexuais e heterossexuais e, em 1999, a Corte Suprema do Canadá garantiu a extensão dos direitos a todo território nacional.  O Canadá legalizou o casamento de pessoas do mesmo sexo em 2005, um dos primeiros do mundo.

Além de poderem casar, adotar, trocar de gênero, servir ao exército, os LGBT estão protegidos por leis anti-LGBTfobia.  Neste ano, o Canadá introduziu o Projeto de Lei C-16, que atualizará o Ato de Direitos Humanos do Canadá e o Código Criminal para incluir os termos “identidade de gênero” e “expressão de gênero”.  Essa legislação tornará um ato ilegal a discriminação de pessoas com base em sua identidade ou expressão de gênero e ampliará o escopo das leis existentes contra crimes de ódio para cobrir estas mesmas pessoas.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA DE CINEMA “NÓS, POR EXEMPLO!”

Local: Pátio externo do GGB, Ladeira de São Miguel, 24 – Centro Histórico

Sexta-feira, 4 de novembro de 2016

 

18h:  Recepção.

19h: Abertura da Mostra, com exibição do filme “Ai, se eu te pego”, produzido pelo Ministério da Saúde, no Brasil, em 2015, com duração de 4 minutos, sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

19h30: exibição do filme “Mambo Italiano”, longa metragem de 80 minutos, dirigido por Émile Gaudreault, no Canadá, em 2003. A obra narra a história de Ângelo que choca seus pais quando decide não se casar e, logo depois, revela ser gay. Porém, seu namorado e melhor amigo de infância, o policial Nino Paventi, não está pronto para sair do armário, ainda com uma mãe siciliana que se intromete em sua vida afetiva.

Sábado, 5 de novembro de 2016

18h: Lançamento do vídeo promocional da 15ª Parada LGBT da Bahia, realizada em 11 de setembro de 2016, com duração de 15 minutos, produzido pelo GGB.

18h30: Apresentação do documentário “Prevenção”, dirigido por Edilton Tourinho e produzido pelo GGB e pela Bahia Cinema e Vídeo, em 2007. Trata a questão da prevenção do HIV em Salvador, Bahia.

19h: “When Shirley met Florence” (“Quando Shirley conheceu Florence”), filme canadense de 27min, dirigido por Ronit Tezalel, em 1994. Retrato íntimo de mulheres em seus 60 anos, uma homossexual e outra heterossexual, cujo amor entre ambas e a música que criam juntas transcendem diferenças.

19h30: “Cure for Love” (“Cura para o amor”), filme canadense de 59 minutos, dirigido por Francine Pelletier e Christina Willings, em 2008. Retrata o movimento controverso que pretende converter os LGBTs em heterossexuais.

Fonte: Grupo Gay da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *