Carnaval em Salvador: saiba como agir no caso de violência, discriminação ou preconceito

É Carnaval e todo mundo tem o direito de se divertir sem sofrer preconceito algum. O Centro de Promoção e Defesa dos Direitos das Pessoas LGBT, em Salvador, divulga algumas orientações no caso de ocorrências de agressões na capital baiana. Verifique as ilustrações abaixo e confira a lista de locais de plantão de atendimento caso você precise ou saiba de alguém que necessite.

Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA
O plantão teve início em 28 de fevereiro, a partir das 15h, e vai até a Quarta-feira de Cinzas, às 15h.
Rua Pedro Lessa, 123 – Canela.
Telefones: (71) 3116.0511 e 99913.9108
A DPE também estará nos postos fixos da DEAM – Delegacia de Atendimento à Mulher, Centro Integrado da Infância e no Núcleo da Prisão em Flagrante.

Posto da Polícia Civil de Atendimento a Vítimas de Racismo e Intolerâncias
Largo 2 de Julho.
Telefone: (71) 3321-4167

Ministério Público do Estado da Bahia – MPE/BA
Localização dos postos fixos de atendimento do MPE/BA:
• Rua Arquimedes Gonçalves, 142 – Jardim Baiano/Nazaré.
Telefone: (71) 3321.1979
• Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente, Av. Bonocô, s/n.
Telefone: (71) 3321.1949
• Central de Flagrantes, Plantão do Judiciário, incluindo Audiências de Custódia
Rua Antônio Carlos Magalhães, 4425
Telefone: (71) 3116.4699

DEAM – Delegacia Especial de Atendimento à Mulher
Com plantões de 24 horas, as DEAMs estarão em funcionamento nas unidades fixas e postos instalados no circuito do carnaval.
Unidades fixas da DEAM:
• DEAM – Rua Padre Luiz Figueira, 180 – Engenho Velho de Brotas.
Telefone: (71) 3116.7000
• DEAM – Rua Dr. Almeida, 72 – Periperi.
Telefone: (71) 3117. 8203
Três postos foram instalados no circuito do carnaval, são eles: Ondina (Gordinhas), Barra (Rua Airosa Galvão) e Largo dos Aflitos.

Hospital da Mulher
Em casos de violência sexual (estupro) de adolescentes, mulheres cis e transexual.
Rua Barão de Cotegipe, 1153 – Roma/Cidade Baixa.
Telefone: (71) 3034.5005

Serviço Viver
Em funcionamento na sede do Instituto Médico Legal (IML), das 8h às 17h, é unidade para acolhimento e referenciamento em caso de estupro. Também disponibiliza a profilaxia pós-exposição.
Av. Centenário, 990 – Vale dos Barris.

Hospital Municipal de Salvador (HSM)
O hospital fará atendimento especializado para meninas menores de 12 anos e meninos de 0 a 16 anos vítimas de violência sexual durante o carnaval.
2207, Via Coletora B, Cajazeiras, 1933 – Fazenda Cassange.
Telefone: (71) 3202.3500

Disque Denúncia de violência contra a Mulher e a população LGBT
• Disque 180
• Disque 100

UPA (Unidade de Pronto Atendimento)
Funcionamento 24 horas. Em casos de possível exposição ao vírus da aids (HIV), hepatites e outras IST, a profilaxia pós-exposição deverá ser realizada em até 72 horas nas seguintes UPAs:
• Vale dos Barris: Praça Dr. João Mangabeira, 102 – Barris
• Prof. Adroaldo Albergaria: Rua das Pedrinhas, s/n – Periperi
• Alfredo Bureau: Rua Jaime Sapolnik, Marback – Stiep
• Valéria: Rua do Lavrador, s/n – Valéria
• Hélio Machado: Rua da Cacimba, s/n – Itapuã

Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM
Unidade móvel para orientações e encaminhamentos.
Ponto de referência: esculturas das Gordinhas, em Ondina.
Telefones: (71) 986257654 e 999139108

Perda de documentos
Os documentos perdidos e encontrados poderão ser pegos na Guarda Civil Municipal (GCM), na Avenida San Martin, ao lado do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, das 8h às 17h, até o dia 15 de março. A relação de documentos achados é atualizada diariamente e fica disponível no site da GCM.

Delegacia Digital
Em caso de perda de documentos, objetos e furtos, você pode fazer o registro da ocorrência por meio do site da Delegacia Digital: www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br

Revistas
A eventual revista do público feita por agentes de segurança é prevista em lei, não se negue em caso de abordagem. Mas atenção! Ela deve ser feita de forma respeitosa, sem constrangimentos e excessos. Mulheres devem ser revistadas apenas por mulheres e a sua identidade de gênero é definida por você e deve ser respeitada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *