Bispo que recebe público LGBT em Fortaleza sofre tentativa de homicídio

Polícia Civil do Ceará investiga tentativa de homicídio e crime de ódio. Dupla atirou em carro de bispo, que teve ferimentos leves com estilhaços.

Publicado pelo portal G1, em 22 de outubro de 2015

http://s2.glbimg.com/dkjxQj0kFq6urXEUGxUZtREBQew=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/10/22/bispo_1.jpg

Com os tiros nos vidros do veículo, vispo e passageira sofreram ferimentos leves com os estilhaços (Foto: Facebook/Reprodução)

A Polícia Civil do Ceará investiga uma tentativa de homicídio contra um bispo conhecido por abrigar homossexuais na igreja que mantém no Bairro Jardim América, em Fortaleza, na noite desta quarta-feira (21). “Estávamos chegando a casa de uma casal de discípulos, no mesmo bairro quando um Vivace preto para do meu lado e dois homem descem, um deles armado com pistola, e atira em direção a minha cabeça na lateral. Baixo a cabeça e arranco no carro!”, relatou o bispo Alan Luz em uma rede social.

De acordo com a Polícia Civil, o crime é investigado como tentativa de homicídio e crime de ódio, já que há suspeita de que o atentado tenha sido motivado pela relação entre o bispo e o público LGBT que visita sua igreja.

Com os tiros disparados no vidro do veículo, Alan Luz e uma passageira tiveram ferimentos leves nos braços e nas penas devidos aos estilhaços. “Achamos uma das balas, passou a milímetros de minha cabeça e milímetros do peito da pastora Lúcia”, relata.

“Os policiais nos reconheceram como sendo uma igreja inclusiva e já souberam que muitos odeiam a igreja. Pelo trajeto acreditam que eu já vinha sendo perseguido”, diz Alan Luz. O bispo afirma ainda que já havia recebido ameaças verbais anteriormente. “Isso só me fez ter mais fé, garra e determinação para continuar”, diz.

•••

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA DO CLIPPING LGBT NO FACEBOOK.

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *